fonte: Agência Brasil

possibilidade de incorporação no Sistema Único de Saúde (SUS) da sonda Botton para gastrostomia em crianças e adolescentes em tratamentos que dificultam a alimentação pela boca é tema de nova consulta pública aberta pelo Ministério da Saúde. Contribuições podem ser enviadas até 20/09.

Acesse o site da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec) e participe.

A sonda Botton é um dispositivo de silicone que fica no nível da pele do paciente, na região do abdômen. Ela é ligada diretamente ao estômago por um pequeno orifício na parede abdominal realizado cirurgicamente, levando o alimento direto para o sistema digestivo. Esse procedimento é chamado de gastrostomia.

Existem diversos modelos de sonda Botton registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e eles são indicados para nutrição gástrica (ou enteral) de longo prazo.

A incorporação em análise é uma demanda do Grupo de Doenças Raras da Câmara dos Deputados, em nome da Aliança de Mães e Famílias Raras (AMAR).